Terça-feira, 30 de Maio de 2006
Fim do ano lectivo

Agora que o ano lectivo está a chegar ao fim damos por encerrado os trabalhos realizados neste blog mas com a promessa de que no futuro enquanto professores iremos utilizar esta ferramenta de trabalho. 

Adeus e até à próxima!

 



publicado por calimerobonito às 09:16
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 23 de Maio de 2006
O ovo Nu

   Go to fullsize image

 

 

Como sabem no dia 1 de Junho a nossa escola vai abrir as portas para receber as crianças das escolas primárias e vou precisar da vossa participação! Por isso peço para aparecerem no laboratório sexta-feira dia 25 de Maio para falarmos sobre esta experiência.

 

 

Materiais:

 

Frasco de vidro com tampa

1 ovo cru

Vinagre límpido

 

Procedimento: 

1.   Coloca o ovo cru dentro do frasco de vidro. Não raches o ovo.

2.   Cobre o ovo com o vinagre límpido.

3.   Põe a tampa no frasco.

4.   Observa imediatamente e depois periodicamente durante as 24 horas seguintes.

 

Explicação:

 

Começam a formar-se imediatamente bolhas na superfície da casca do ovo e aumentam de número com o tempo. Após 24 horas, a casca terá desaparecido, e pedaços dela podem estar a flutuar na superfície do vinagre. O ovo permanece intacto devido à fina membrana transparente exterior. A gema vê-se através da membrana.

O nome químico do vinagre é ácido acético. A casca de ovo é constituída por carbonato de cálcio. A reacção entre o ácido acético e o carbonato de cálcio faz com que a casca do ovo desapareça e se formem bolhas de dióxido de carbono.

 

 

Ah, e acima de tudo não se esqueçam de  divertirem se!

http://clubefq.com.sapo.pt/experiencias.htm


Sinto-me:

publicado por calimerobonito às 09:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 11 de Abril de 2006
Páscoa!

Desejo-vos uma boa Páscoa recheada com muitas amendoas!! Não se esqueçam de estudar um bocadinho!

 



publicado por calimerobonito às 10:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Actividades na UM
   A Física divertida
Local: Laboratório de Demonstrações, Campus de Azurém, Guimarães.
Data: a definir em função das disponibilidades.
Nº alunos por grupo: 20 a 30
 

No Laboratório de Demonstrações, em Guimarães, podem ser vistas demonstrações de Vibrações e Ondas (essencialmente ondas mecânicas), sendo descrita a importância da sua compreensão e a sua importância para nós, dado que são fenómenos muito gerais e que podemos usar num vasto conjunto de aplicações.

É também demonstrado o princípio da Indução Electromagnética, e descrita a sua importância em termos da tecnologia que utilizamos hoje, principalmente o seu uso na produção de energia eléctrica (presente em todo o lado). São também realizadas demonstrações de magnetismo e suas aplicações (disquetes, discos rígidos, sensores, etc.), bem como demonstrado o efeito Meissner em supercondutores.

Podem também visitar-se os Laboratórios do Departamento de Física em Guimarães (Laboratório de Demonstrações, Laboratório de Revestimentos, Laboratório de Tratamento de Imagem, Laboratório de Ablação Laser, Laboratório de Deposição Química de Vapores e Laboratório de Óptica), sendo os alunos divididos em pequenos grupos, que percorrem os vários Laboratórios.

Esta actividade destina-se a alunos do 1º ciclo ao ensino secundário

 

http://www.uminho.pt/ModuleLeft.aspx?mdl=~/Modules/Generic/GenericView.ascx&ItemID=49&Mid=352&lang=pt-PT&pageid=233&tabid=12


Sinto-me:

publicado por calimerobonito às 09:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 28 de Março de 2006
Testa as tuas capacidades e diverte-te!!!

                   

                                                                        

Clica aqui...

 


Sinto-me:

publicado por calimerobonito às 09:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Aquecimento Global: A prova que faltava!!!!

 

 

Isto é mesmo preocupante, não é?

 

http://absolutamente.net/cfq/humor1.html

 


Sinto-me:

publicado por calimerobonito às 09:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

O átomo mais gordo do mundo

Físicos nucleares russos e americanos fabricaram uma gigante atômico, o núcleo do elemento químico número 114.
Trata-se de um novo ingrediente do Universo, já que na natureza existem apenas 92 átomos, como o oxigênio, o ouro ou o carbono.
Mas, as ciência está fazendo elementos sintéticos - são sólidos, gases e líquidos nunca vistos no futuro, talvez venham a ser usados em tecnologias de ponta. 
A construção do 114 foi prevista há três décadas pelo americano Glenn Seaborg. O átomo contém em seu núcleo289 partículas chamadas prótons e nêutrons 9 que logo são rodeados por uma nuvem de elétrons.
Nasce assim um átomo bem maior que o urânio, o campeão de obesidade entre os elementos naturais com 238 prótons e nêutrons. 
Na experiência, o 114 levou 30 segundos para se desintegrar, o que é uma eternidade neste tipo de pesquisa.
Na última tentativa de criar a robusta partícula em 1995, ela durou só alguns milionésimos de segundos.

 

http://educar.sc.usp.br/licenciatura/1999/curiosidades/index.htm



publicado por calimerobonito às 08:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 21 de Março de 2006
Olha como a Química é divertida!!!

Como é que o electrão suicida-se?
     R: Ele pula da ponte de hidrogênio. 

Por que não se pode falar alto nos laboratórios?
    R: Para não perturbar a concentração dos reagentes.
 
 

Por que é que os químicos são os profissionais mais higiénicos?
    R: Porque eles lavam as mãos antes e depois de irem ao banheiro.

Qual dos dois dissolve-se em água: o pinguim ou o urso branco?
   
R: O urso branco, porque ele é polar.

 

 

           ORAÇÃO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS!!!

 

                         Pai Nox que estais nos sais 
               Balanceada seja vossa
nomenclatura
                   Venha a nox o vosso rênio
               Periódica seja a vossa vontade
                   Assim no ferro como no sal.

              O pão nox de cada dia nos boroso 
                  Oxidai nossa valência
              Assim como oxidamos a quem nos tem Anidrido
                  Não nos deixeis cair em oxi-redução 
              E livrai-nos do sal.

                                      Ametal.

                                                              

 

AFINAL A QUÍMICA TAMBÉM TEM AS SUAS ORAÇÕES!!!!

Visita em: http://www.ca.ufsc.br/qmc/divertida/divertida.htm


Sinto-me:

publicado por calimerobonito às 09:43
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 14 de Março de 2006
Porque é que o som que ouvimos é diferente numa gravação?

Boa pergunta!

A maneira que ouvimos é muito particular. Somente você ouve sua voz da maneira que você ouve. Aliás, cada um de nós ouve a própria voz diferentemente.

Mas então o que acontece?

                                                                           

 Você ouve as outras pessoas (e as gravações em fita cassete) através do ar. A diferença é que, quando você fala também ouve o resultado da sua voz que também se propaga através da sua cabeça.

Ou seja, tudo é uma questão de como o som propaga em diferentes meios.

 

Dentro da nossa cabeça existem muitas coisas: ossos, músculos, cérebro, líquidos. Alguns são duros, outros moles… De todo modo, todos estes elementos permitem a propagação das ondas sonoras. E a conduzem de uma maneira diferente da propagação apenas pelo ar.

(P.S. :Para quem ainda não domina a língua inglesa, bone significa osso; ear, orelha; ear canal, canal auditivo; outer ear, ouvido externo; inner ear, ouvido interno).

As ondas sonoras da sua voz comportam-se diferentemente, pois você ouve tanto a propagação da voz pelo ar(em azul na ilustração) quanto vibrações (ou propagações) dentro da sua cabeça (ondas em vermelho). Você ouve sua própria voz como resultado da propagação da sua voz (em azul) MAIS as ondas sonoras que viajam pela sua cabeça (em vermelho).

Ou seja, o som proveniente do ambiente são ondas propagadas tão somente pelo ar. O som da sua voz numa fita se propaga assim.

UMA EXPERIÊNCIA DIVERTIDA QUE  PODES FAZER EM CASA

                                                                            

 Só precisas de um barbante e um garfo!

Amarra um barbante num garfo (como ilustrado), segurando pela extremidade dos dedos e… aproxime-os dos ouvidos.

Com cuidado, peça a alguém para bater no garfo. Depois repita o experimento com o barbante afastado ao máximo de seus ouvidos.

O que acontece?

Ao bater no garfo, você criou ondas sonoras, e elas se propagaram pelo barbante, chegando até o ouvido!

 

Interessante, não é ?


Sinto-me:

publicado por calimerobonito às 09:46
link do post | comentar | favorito

Uma linda carta de amor química!

  

Berílio Horizonte, zinco de benzeno de 1999.

Querida Valência:

Não estou sendo precipitado e nem desejo catalisar nenhuma reação irresversível entre nós dois, mas sinto que estrôncio perdidamente apaixonado por você. Sabismuto bem que a amo. De antimônio posso lhe assegurar que não sou nenhum érbio e que trabário muito para levar uma vida estável.

Lembro-me de que tudo começou nurârio passado, com um arsênio de mão, quando atravessávamos uma ponte de hidrogênio. Você estava em um carro prata, com rodas de magnésio. Houve uma atração forte entre nós dois, acertamos os nossos coeficientes, compartilhamos nossos elétrons, e a ligação foi inevitável. Inclusive depois, quando lhe telefonei, mesmo tomada de enxofre, você respondeu carinhosamente: "Proton, com quem tenho o praseodímio de falar?" Nosso namoro é cério, estava índio muito bem, como se morássemos em um palácio de ouro, e nunca causou nehum escândio. Eu brometo que nunca haverá gálio entre nós e até já disse quimicasaria com você.

Espero que você não esteja saturada, pois devemos buscar uma reação de adição e não de substituição.

Soube que a Inês lhe contou que eu a embromo: manganês cuidar do seu cobre e acredite níquel que digo, pois saiba qe eu nunca agi de modo estanho. Caso algum dia apronte alguma, eu sugiro que procure um avogrado e que me metais na cadeia.

Sinceramente, não sei por que você está a procura de um processo de separação, como se fóssemos misturas e não substâncias puras! Mesmo sendo um pouco volátil, nosso relacionamento não pode dar errádio. Se isso acontecesse, irídio emboro urânio de raiva. Espero que você não tenha tido mais contato com o Hélio (que é um nobre!), nem com o Túlio e nem com os estrangeiros (Germânio, Polônio e Frâncio). Esses casos devem sofrer uma neutralização ou, pelo menos, uma grande diluição.

Antes de deitar-me, ainda com o abajur acesio, descalcio meus sapatos e mercúrio no silício da noite, pensando no nosso amor que está acarbono e sinto-me sódio. Gostaria de deslocar este equilíbrio e fazer com que tudo voltasse à normalidade inicial. Sem você minha vida teria uma densidade desprezível, seria praticamente um vácuo perfeito. Você é a luz que me alumíno e estou triste porque atualmente nosso relacionamento possui pH maior que 7, isto é, está naquela base. Aproveito para lembrar-lhe de devolver o meu disco da KCl.

Saiba, Valência, que não sais do meu pensamento, em todas as suas camadas.

Abrácidos do:

                          Marcelantânio

 

Olhem só o bater dos corações dos nossos elementos químicos!


Sinto-me:

publicado por calimerobonito às 09:43
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
24
25
26
27

28
29
31


posts recentes

Fim do ano lectivo

O ovo Nu

Páscoa!

Actividades na UM

Testa as tuas capacidades...

Aquecimento Global: A pro...

O átomo mais gordo do mun...

Olha como a Química é div...

Porque é que o som que ou...

Uma linda carta de amor q...

arquivos

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

links
mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds